Com queijo, salada, bacon, cebola, ovo ou sem nada disso. De carne, peixe, cogumelos e até vegetais. Com pão ou sem. São milhares as possibilidades para prepará-lo: sim, falamos dele, o hambúrguer. Unanimidade entre adultos e crianças, esta delícia pode ser um ótimo pretexto para um almoço ou jantar especial em família. Ainda mais se você reunir os pequenos para ajudar a preparar os sanduíches do jeito que cada um mais gosta.

Tão simples quanto genial, a ideia de colocar um disco de carne moída entre duas fatias de pão não tem uma data certa para sua criação. Apesar de ser mais frequentemente associado às redes de fast food norte americanas, o hambúrguer surgiu na região da cidade de Hamburgo (daí seu nome), na Alemanha, na segunda metade do século 19. Aqui no Brasil, ele chegou apenas em 1952, quando o tenista Robert Falkenburg inaugurou uma lanchonete no Rio de Janeiro (Curiosidade: o milkshake e o sundae chegaram por aqui na mesma ocasião).

De lá até os dias de hoje, o hambúrguer se tornou um fenômeno mundial - ganhou, vejam só, até um dia só dele: 28 de maio -, com milhares de restaurantes dedicados a preparar diferentes versões da receita. Nenhuma delas, contudo, é páreo para aquele hambúrguer que você pode preparar em casa - e tá tudo bem se você comprar hambúrgueres prontos no supermercado, viu? - e combinar com os acompanhamentos que mais gosta. Para te ajudar nesta empreitada, listamos neste post 10 itens que todo hamburgueiro têm de ter em casa (sim, as meias fazem parte). Antes de correr pra buscar uma receita nova, confira todos e bom apetite!

Clique e conheça a linha Casa Riachuelo.

casa-riachuelo-blog-festival-hamburguercasa-riachuelo-blog-festival-hamburguercasa-riachuelo-blog-festival-hamburguercasa-riachuelo-blog-festival-hamburguercasa-riachuelo-blog-festival-hamburguer