“Quando a gente vai criar uma coleção de primavera, existem características específicas muito fortes. A estamparia é uma delas”, define Constanza Pedrassani, head de moda feminina da Riachuelo, direto do ateliê de criação instalado dentro do complexo fabril Guararapes, de onde saem os prints que chegam às lojas Riachuelo de todo o Brasil.

Lá em Natal (RN), não é só o calor da nova estação que chega mais cedo do que noutros cantos do país – por ali, as tendências também são antecipadas: sob o comando de Constanza, uma equipe de pesquisa passa dia e noite de olho em novidades fashion ao redor do globo, que são depois desenvolvidas na forma de produto pela equipe de estilo e materializadas pelos criativos da fábrica.

riachuelo-estampas-primavera

Entre uma etapa e outra, fica o núcleo gráfico, o grande berçário da nossa estamparia. “Toda estampa nasce de um desenho, de uma ideia. A Riachuelo tem um time de design gráfico muito forte, com criadores e artistas que começam todo o trabalho de estamparia do zero. É um processo criativo bem único”, explica Constanza.

“A maioria das estampas da coleção de primavera foi feita manualmente, com técnicas de aquarela, guache e marcador. Depois, o desenho é manipulado no computador, que é onde criamos as composições e fazemos variantes”, detalha a designer Beatriz Rodrigues San José Barros.

Quer ver como uma estampa sai do papel e vai para a roupa? Acesse nosso IGTV para assistir a um vídeo exclusivo.

Quer conhecer as duas maiores apostas de estampas da estação? Te entregamos aqui embaixo.

riachuelo-estampas-primavera

MICRO FLORAIS (DE EFEITO MÁXIMO)
Nos tamanhos pequeno, pequeníssimo ou micro, o print floral imprime ainda mais delicadeza quando surge na versão miúda – vide os itens cobertos por margaridas que acabam de chegar às lojas. Em peças de fundo colorido, o que era para ser míni ganha efeito máximo, especialmente se usado em conjunto, com o styling da vez.

O RETORNO DO FLORAL HAVAIANO
“A gente tem um retorno nesta estação: trouxemos de volta hibiscus e outros tipos de flores que nos remetem a um Havaí vintage”, explica Constanza, reforçando a influência da década de 80 nas camisas floridas de maneira ultracolorida e exuberante (e que, claro, já estão disponíveis por aqui).

riachuelo-estampas-primavera